É praticamente impossível pensar em uma empresa que não tenha, nem que seja, um simples website hoje em dia, não é mesmo?

No entanto, muitas empresas desconhecem o fato de que não basta ter um site, mas é preciso monitorar e analisar o comportamento dos seus usuários constantemente por meio de algumas ferramentas disponíveis no universo digital: como o Web Analytics, por exemplo.

É fato que o marketing digital tem sido o grande trunfo para as empresas venderem mais, porém, poucas delas têm feito uso inteligente dessa ferramenta poderosa, ou nem mesmo desconfiam como a análise dos dados é importante para extrair insights e auxiliar na tomada de decisões.

É aí que o Web Analytics entra. Quer saber mais? Então acompanhe o nosso post!

O que é Web Analytics?

Todo dia uma quantidade enorme de dados são gerados pelos consumidores e suas ações no ambiente online.

Ter uma análise bem feita ajuda a compreender o comportamento da sua audiência e tomar ações mais concretas e certeiras.

Web Analytics é exatamente isso!

É uma ferramenta cujo objetivo se concentra na coleta e na análise de dados deixados pelos usuários, em seu site ou plataforma ou em outras ferramentas externas de Big Data. A organização e o estudo desses dados permitem que a empresa otimize suas ações de forma mais eficiente.

Em outras palavras, o Web Analytics permite que os profissionais de marketing tenham um controle e conhecimento muito maior acerca daquilo que o consumidor deseja, podendo, desse modo, estruturar melhor os produtos ou serviços e suas técnicas de marketing digital, visando, consequentemente, a alavancar as vendas e conquistar mais clientes.

Como o Web Analytics pode contribuir à minha empresa?

É importante ressaltar que o Web Analytics não é um aplicativo que você baixa no seu computador ou mobile e, logo em seguida, faz com que suas vendas e seu tráfego cresçam de um dia para o outro.

Essa ferramenta ajuda muito a otimizar suas técnicas de marketing, entretanto, será necessário que você monte uma estratégia a partir dos dados fornecidos, só então será possível alcançar tais objetivos.

A lógica do Web Analytics está pautada no princípio fundamental do marketing digital, que consiste na centralização do cliente e de seus desejos. Mas, para conseguir alcançar esse princípio, é preciso conhecer a mente dos consumidores, observar como eles agem e fazer uso inteligente dessas informações para atraí-lo.

Como usar o Web Analytics na prática?

A coleta de dados realizada pelo Web Analytics é essencial para toda e qualquer estratégia de marketing digital de sucesso, ou seja, de nada adianta uma estratégia fenomenal se, antes da sua execução, você não compreender os interesses dos seus usuários.

Porém, esses dados não caem do céu e, para coletá-los, é preciso que você utilize alguma ferramenta de Web Analytics.

Confira as principais ferramentas

Abaixo, você confere as principais ferramentas e uma breve descrição sobre suas funcionalidades:

Google Analytics

Essa plataforma é completa e uma das mais usadas para se obter os dados dos usuários. Um dos principais motivos do seu sucesso advém do fato de ela manter uma lógica extremamente simples e prática, além de obter dados organizados e completos e possibilidade de criar relatórios e dashboards customizados.

Dentre suas funções, estão:

  • Acompanhamento em tempo real dos dados acessados no site;
  • Características dos visitantes do site (gênero, faixa etária);
  • Origem do tráfego (orgânico, acesso direto, referência, redes sociais);
  • Duração da sessão no site;
  • Páginas mais acessadas;
  • Dados sobre as conversões.

Tableau

Essa ferramenta é essencial para aquelas empresas que geram inúmeros dados em pouco espaço de tempo. Além do mais, ela permite a interação com outros tipos de programas, como o Haddop e o Salesforce.

Seu design é extremamente atrativo, por apresentar tabelas e gráficos coloridos.

Adobe Analytics

A Adobe oferece soluções para varejistas e lojistas que precisam integrar seus negócios com suas informações digitais, inclusive, a ferramenta é bem semelhante com o Google Analytics.

A plataforma fornece um conhecimento completo do cliente, ajudando o profissional a ter insights cada vez mais objetivos, o que pode influenciar positivamente nos seus resultados.

Navegg

A Navegg é uma data provider, analytics e DMP. Essa ferramenta tem por objetivo conhecer o internauta. Sua tecnologia permite conhecer as afinidades e interesses dos internautas, por meio de seus hábitos de navegação.

Os internautas são classificados em mais de 1.400 segmentos. Entre essas classificações, estão dados demográficos, intenção de compra, uso de tecnologias e outros.
Saiba mais sobre a ferramenta Navegg acessando aqui.

Como o Web Analytics interage com o Marketing?

O mestre da administração Peter Drucker afirmou o seguinte: “A meta do marketing é conhecer e entender o consumidor tão bem, que o produto ou serviço se molde a ele e venda-se sozinho”.

Com essa simples frase, a pergunta acima é respondida de forma genial, pois a base do Marketing é o conhecimento acerca do usuário — e o Web Analytics fornece essa sabedoria, por meio de dados de forma monumental.

Mas, não basta obter dados, é preciso aprender a usufruir deles o máximo possível. E saber fazer as perguntas certas é o segredo da análise de dados. Vamos aprender mais sobre este aspecto a seguir.

Análise descritiva

A análise descritiva tem como foco as informações do presente, ou seja, fornece dados seguros que permitem uma tomada de decisão no presente momento ou servem de insights para as análises preditivas e prescritivas que estão relacionadas com ações futuras.

Ela permite o cruzamento de informações que podem auxiliar a empresa em um determinado momento, como a análise de crédito, por exemplo.

Análise preditiva e prescritiva

A análise preditiva e prescritiva consiste em uma apuração que antecipa algumas ações dos usuários em relação a um determinado produto ou serviço. Mas isso só é possível a partir de uma análise de dados que permitiu o mapeamento dos principais interesses dos clientes, isto é, esses 2 tipos de análises permitem que você preveja informações do futuro e perceba as consequências de cada ação.

Essa análise de dados mais aprofundada permite uma maior consciência em relação às ações de Marketing a serem executadas. Dessa forma, suas estratégias vão alavancar as vendas e inverter a lógica de compra, ou seja, trazer o cliente até o produto e não precisar levar o produto até o cliente.

Principais métricas para acompanhar no Web Anaytics

Algumas métricas devem ser acompanhadas de acordo com a sua empresa e produto.

Mas existem números que você deve ficar de olho sempre, independente do seu seguimento ou modelo de trabalho. Eles são fundamentais para a saúde do seu negócio.

Entender quanto você gasta de investimento para converter um cliente e também quanto esse cliente trouxe de retorno para sua empresa vai deixar mais clara a balança dos seus investimentos em Marketing. Fique de olho nessas métricas:

Custo de Aquisição por Cliente (CAC)

 O Custo de Aquisição por Cliente é o resultado de uma conta simples de matemática que mostra com clareza o valor gasto para adquirir um novo cliente.

A partir dele é possível criar promoções de aquisição como as ações de indicação que são bastante usadas hoje em dia.

O CAC é calculado da seguinte forma:

CAC = Investimento em aquisição de clientes / Quantidade de novos clientes

Esse cálculo é importante também para medir a eficiência dos seus investimentos.

Atrair clientes com custos cada vez menores é sempre um objetivo de um profissional de Marketing.

Lifetime Value (LTV)

O Lifetime Value é a representação do valor que seu cliente traz para sua empresa no período de relacionamento que vocês têm.

Ele é calculado em cima do ticket médio e da média de tempo do seus planos.

Por exemplo, a média de preço do seu produto é R$ 300 e seu cliente fica em torno de 10  meses na sua empresa. Logo, você tem um valor de contrato de 10 x R$ 000, que é R$ 3.000.

Isso significa que cadaÉ praticamente impossível pensar em uma empresa que não tenha, nem que seja, um simples website hoje em dia, não é mesmo?

No entanto, muitas empresas desconhecem o fato de que não basta ter um site, mas é preciso monitorar e analisar o comportamento dos seus usuários constantemente por meio de algumas ferramentas disponíveis no universo digital: como o Web Analytics, por exemplo.

É fato que o marketing digital tem sido o grande trunfo para as empresas venderem mais, porém, poucas delas têm feito uso inteligente dessa ferramenta poderosa, ou nem mesmo desconfiam como a análise dos dados é importante para extrair insights e auxiliar na tomada de decisões.

É aí que o Web Analytics entra. Quer saber mais? Então acompanhe o nosso post!

O que é Web Analytics?

Todo dia uma quantidade enorme de dados são gerados pelos consumidores e suas ações no ambiente online.

Ter uma análise bem feita ajuda a compreender o comportamento da sua audiência e tomar ações mais concretas e certeiras.

Web Analytics é exatamente isso!

É uma ferramenta cujo objetivo se concentra na coleta e na análise de dados deixados pelos usuários, em seu site ou plataforma ou em outras ferramentas externas de Big Data. A organização e o estudo desses dados permitem que a empresa otimize suas ações de forma mais eficiente.

Em outras palavras, o Web Analytics permite que os profissionais de marketing tenham um controle e conhecimento muito maior acerca daquilo que o consumidor deseja, podendo, desse modo, estruturar melhor os produtos ou serviços e suas técnicas de marketing digital, visando, consequentemente, a alavancar as vendas e conquistar mais clientes.

Como o Web Analytics pode contribuir à minha empresa?

É importante ressaltar que o Web Analytics não é um aplicativo que você baixa no seu computador ou mobile e, logo em seguida, faz com que suas vendas e seu tráfego cresçam de um dia para o outro.

Essa ferramenta ajuda muito a otimizar suas técnicas de marketing, entretanto, será necessário que você monte uma estratégia a partir dos dados fornecidos, só então será possível alcançar tais objetivos.

A lógica do Web Analytics está pautada no princípio fundamental do marketing digital, que consiste na centralização do cliente e de seus desejos. Mas, para conseguir alcançar esse princípio, é preciso conhecer a mente dos consumidores, observar como eles agem e fazer uso inteligente dessas informações para atraí-lo.

Como usar o Web Analytics na prática?

A coleta de dados realizada pelo Web Analytics é essencial para toda e qualquer estratégia de marketing digital de sucesso, ou seja, de nada adianta uma estratégia fenomenal se, antes da sua execução, você não compreender os interesses dos seus usuários.

Porém, esses dados não caem do céu e, para coletá-los, é preciso que você utilize alguma ferramenta de Web Analytics.

Confira as principais ferramentas

Abaixo, você confere as principais ferramentas e uma breve descrição sobre suas funcionalidades:

Google Analytics

Essa plataforma é completa e uma das mais usadas para se obter os dados dos usuários. Um dos principais motivos do seu sucesso advém do fato de ela manter uma lógica extremamente simples e prática, além de obter dados organizados e completos e possibilidade de criar relatórios e dashboards customizados.

Dentre suas funções, estão:

  • Acompanhamento em tempo real dos dados acessados no site;
  • Características dos visitantes do site (gênero, faixa etária);
  • Origem do tráfego (orgânico, acesso direto, referência, redes sociais);
  • Duração da sessão no site;
  • Páginas mais acessadas;
  • Dados sobre as conversões.

Tableau

Essa ferramenta é essencial para aquelas empresas que geram inúmeros dados em pouco espaço de tempo. Além do mais, ela permite a interação com outros tipos de programas, como o Haddop e o Salesforce.

Seu design é extremamente atrativo, por apresentar tabelas e gráficos coloridos.

Adobe Analytics

A Adobe oferece soluções para varejistas e lojistas que precisam integrar seus negócios com suas informações digitais, inclusive, a ferramenta é bem semelhante com o Google Analytics.

A plataforma fornece um conhecimento completo do cliente, ajudando o profissional a ter insights cada vez mais objetivos, o que pode influenciar positivamente nos seus resultados.

Navegg

A Navegg é uma data provider, analytics e DMP. Essa ferramenta tem por objetivo conhecer o internauta. Sua tecnologia permite conhecer as afinidades e interesses dos internautas, por meio de seus hábitos de navegação.

Os internautas são classificados em mais de 1.400 segmentos. Entre essas classificações, estão dados demográficos, intenção de compra, uso de tecnologias e outros.
Saiba mais sobre a ferramenta Navegg acessando aqui.

Como o Web Analytics interage com o Marketing?

O mestre da administração Peter Drucker afirmou o seguinte: “A meta do marketing é conhecer e entender o consumidor tão bem, que o produto ou serviço se molde a ele e venda-se sozinho”.

Com essa simples frase, a pergunta acima é respondida de forma genial, pois a base do Marketing é o conhecimento acerca do usuário — e o Web Analytics fornece essa sabedoria, por meio de dados de forma monumental.

Mas, não basta obter dados, é preciso aprender a usufruir deles o máximo possível. E saber fazer as perguntas certas é o segredo da análise de dados. Vamos aprender mais sobre este aspecto a seguir.

Análise descritiva

A análise descritiva tem como foco as informações do presente, ou seja, fornece dados seguros que permitem uma tomada de decisão no presente momento ou servem de insights para as análises preditivas e prescritivas que estão relacionadas com ações futuras.

Ela permite o cruzamento de informações que podem auxiliar a empresa em um determinado momento, como a análise de crédito, por exemplo.

Análise preditiva e prescritiva

A análise preditiva e prescritiva consiste em uma apuração que antecipa algumas ações dos usuários em relação a um determinado produto ou serviço. Mas isso só é possível a partir de uma análise de dados que permitiu o mapeamento dos principais interesses dos clientes, isto é, esses 2 tipos de análises permitem que você preveja informações do futuro e perceba as consequências de cada ação.

Essa análise de dados mais aprofundada permite uma maior consciência em relação às ações de Marketing a serem executadas. Dessa forma, suas estratégias vão alavancar as vendas e inverter a lógica de compra, ou seja, trazer o cliente até o produto e não precisar levar o produto até o cliente.

Principais métricas para acompanhar no Web Anaytics

Algumas métricas devem ser acompanhadas de acordo com a sua empresa e produto.

Mas existem números que você deve ficar de olho sempre, independente do seu seguimento ou modelo de trabalho. Eles são fundamentais para a saúde do seu negócio.

Entender quanto você gasta de investimento para converter um cliente e também quanto esse cliente trouxe de retorno para sua empresa vai deixar mais clara a balança dos seus investimentos em Marketing. Fique de olho nessas métricas:

Custo de Aquisição por Cliente (CAC)

 O Custo de Aquisição por Cliente é o resultado de uma conta simples de matemática que mostra com clareza o valor gasto para adquirir um novo cliente.

A partir dele é possível criar promoções de aquisição como as ações de indicação que são bastante usadas hoje em dia.

O CAC é calculado da seguinte forma:

CAC = Investimento em aquisição de clientes / Quantidade de novos clientes

Esse cálculo é importante também para medir a eficiência dos seus investimentos.

Atrair clientes com custos cada vez menores é sempre um objetivo de um profissional de Marketing.

Lifetime Value (LTV)

O Lifetime Value é a representação do valor que seu cliente traz para sua empresa no período de relacionamento que vocês têm.

Ele é calculado em cima do ticket médio e da média de tempo do seus planos.

Por exemplo, a média de preço do seu produto é R$ 300 e seu cliente fica em torno de 10  meses na sua empresa. Logo, você tem um valor de contrato de 10 x R$ 000, que é R$ 3.000.

Isso significa que cada cliente que você converter, vai ter um valor de 4.000 reais para sua empresa.

Junto com o CAC ele vai mostrar se você está gastando mais para trazer seus clientes do que eles estão trazendo de receita.

Esses dois dados são completamente importantes para você entender a saúde do seu negócio e também para otimizar seus investimentos, diminuindo o custo de aquisição e aumentando o LTV através de ações do seu time.

Planejamento estratégico: use os dados ao seu favor!

Podemos concluir que, a estratégia de análise de dados não é mais um diferencial e sim fundamental para o crescimento das empresas.

Agora que já sabe como o Web Analytics pode ajudar a melhorar a performance das suas estratégias de marketing digital, é hora de começar a aplicá-lo, não acha? Se precisar de ajuda, é só entrar em contato conosco!

cliente que você converter, vai ter um valor de 4.000 reais para sua empresa.

Junto com o CAC ele vai mostrar se você está gastando mais para trazer seus clientes do que eles estão trazendo de receita.

Esses dois dados são completamente importantes para você entender a saúde do seu negócio e também para otimizar seus investimentos, diminuindo o custo de aquisição e aumentando o LTV através de ações do seu time.

Planejamento estratégico: use os dados ao seu favor!

Podemos concluir que, a estratégia de análise de dados não é mais um diferencial e sim fundamental para o crescimento das empresas.

Agora que já sabe como o Web Analytics pode ajudar a melhorar a performance das suas estratégias de marketing digital, é hora de começar a aplicá-lo, não acha? Se precisar de ajuda, é só entrar em contato conosco!